Brasil

“Fui a melhor mãe que ele poderia ter tido”, diz mãe de Henry em carta

Foto: Reprodução

Monique Medeiros da Costa e Silva de Almeida disse, em carta de 29 páginas escrita durante a prisão no Complexo de Bangu, zona oeste do Rio, onde se trata de Covid-19, que foi “a melhor mãe que Henry Borel Medeiros poderia ter tido”. A professora nega ainda ter acobertado qualquer tipo de agressão ao filho.

“Nunca acobertei maldade ou crueldade em relação ao Henry. Nunca encostei um dedo dele, nunca bati no meu filho, eu fui a melhor mãe que ele poderia ter tido. Minha vida hoje não faz mais sentido algum”, descreveu.

Na carta, Monique conta também sobre o fim do casamento com o engenheiro Leniel Borel de Almeida Júnior e como conheceu o vereador e médico Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho.

 

Confira a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta.