Gaponga comanda ‘Domingo Autoral’ no Teatro da Instalação

Foto: Divulgação

A sonoridade da Amazônia vai ser apresentada no palco do Teatro da Instalação (rua Frei José dos Inocentes, Centro), neste domingo (27/9), às 19h, com o grupo Gaponga, que recebe o cantor Marcelo Nakamura. O show faz parte do projeto “Domingo Autoral”, iniciativa do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, e tem acesso gratuito, com agendamento por meio do Portal da Cultura (cultura.am.gov.br).

Segundo o secretário Marcos Apolo Muniz, o número de vagas é limitado para 70 pessoas, conforme os protocolos de segurança em prevenção a Covid-19, e a apresentação vai ser transmitida pela TV Encontro das Águas, no canal 2.1, da TV aberta.

“Estamos trabalhando a nossa programação para oferecer entretenimento para o público que vai ao teatro e principalmente para quem segue em isolamento social”, afirma o titular da pasta de Cultura e Economia Criativa. “Neste caso, contamos com a TV Encontro das Águas, que tem sido parceira em todos os nossos projetos”.

Formada por Sofia Amoedo, Celdo Braga, João Paulo, Neil Armstrong Junior e Defson Braga (Shakal), a Gaponga – cujo nome significa o som da semente caindo no igapó – traz um repertório autoral, executado em instrumentos de percussão criados e confeccionados pelos integrantes da banda a partir de matérias-primas como cuias, sementes, tubos de papelão descartados, troncos de palmeiras e outros organismos encontrados na floresta.

Entre as canções confirmadas para a noite estão “Água Doce”, “Macaco Prego” e “Pinicapau”, de Celdo Braga; “Canoeiro”, de Fábio Silva; além do clássico “Amazonas Moreno” e “Cantos da Floresta”, parcerias e Celdo Braga com Osmar Oliveira. Já o convidado Marcelo Nakamura, recém-chegado de uma temporada em São Paulo, vai assumir os vocais nas canções “Mãe da Terra” e “Cadê a Morena”, de autoria dele.

Durante a apresentação, Priscila Neves vai interpretar o poema “Maniva”, de Celdo Braga.

Projeto

O “Domingo Autoral”, proposta criada em parceria com os músicos Celdo Braga e Nícolas Júnior, chega à segunda temporada, para formar plateias e ampliar a visibilidade de trabalhos autorais do Amazonas.

Em outubro, a agenda traz Armando de Paula, no dia 4, e Lucilene Castro, no dia 18. Já em novembro, tem Célio Cruz, no dia 1º, e Salomão Rossy, no dia 29. E, em dezembro, vai ser a vez de Lucinha Cabral, no dia 6, e de Lucevilson de Souza, no dia 20.

Protocolos

O Teatro da Instalação adotou todos os protocolos para prevenir a transmissão da Covid-19, como distanciamento social de 1,5 metro, totens de álcool em gel em pontos estratégicos, funcionários treinados e com equipamentos de proteção, aferição de temperatura na entrada do espaço e limpeza e higienização do local. O uso de máscara é obrigatório.

A saída do público após os eventos é realizada de forma imediata e não é permitida a permanência do público nos corredores do espaço.

Com informações da assessoria