Garota de programa e ex-capa da Playboy é presa por tráfico de drogas

Foto: Reprodução/Instagram

A Polícia Civil do Espírito Santo prendeu, nesta terça-feira (21), a garota de programa Flávia Tamayo (foto principal), mais conhecida como Pamela Pantera. Ela é suspeita de fazer parte de uma organização criminosa composta por garotas de programa de luxo, que atuam na capital federal. O bando era especializado em realizar a venda e distribuição de entorpecentes, principalmente drogas sintéticas e cocaína, a clientes de alto poder aquisitivo do Distrito Federal.

Capa de revistas masculinas famosas, como a Playboy – edição publicada em Portugal – e a Sexy, e estrela de filmes eróticos da franquia Brasileirinhas, a mulher oferecia uma espécie de cardápio sexual aos clientes mais assíduos. Os preços mais sofisticado sempre eram acompanhados de carreiras de pó.

Leia a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Portal Manaus Alerta