Gestante é morta pela amiga, que abre a barriga e rouba o bebê, em SC

foto: divulgação

Um crime chocou o interior de Santa Catarina nesta sexta-feira (28). O corpo de Flávia Godinho Mafra, 24, que estava grávida e desaparecida desde ontem (27) foi encontrado nesta manhã, em uma cerâmica no município de Canelinha. De acordo com as autoridades locais, a vítima estava sem o bebê na barriga, uma gestação que já somava 36 semanas, ou seja, nove meses. As informações são do site Hora de Santa Catarina.

A principal suspeita do crime é uma amiga da vítima que não teve o nome revelado. Na tarde desta sexta, os responsáveis pelo caso, o delegado Paulo Alexandre Freyesleben e Silva e o Tenente-Coronel Daniel Nunes, comandante do 12º batalhão da PM, deram uma coletiva na cidade de Tijucas, onde a suspeita e o companheiro estão presos.

De acordo com a polícia, a mulher confessou em depoimento que planejou o crime há pelo menos dois meses, após ter perdido um bebê, em janeiro deste ano, e então decidiu roubar uma criança. A suspeita escolheu a amiga dos tempos de escola, pela proximidade para roubar o bebê.  As duas amigas ficaram grávidas quase na mesma época, segundo a autora.

A suspeita convidou a amiga para um chá de bebê surpresa e teria aproveitado a ocasião para matar a própria amiga grávida, com uma tijolada na cabeça. A mulher utilizou de um estilete, segundo a polícia, para retirar  a criança da barriga. A suspeita então levou a criança com apresentando cortes pelo corpo a um hospital, e lá justificou que havia feito um parto na rua com ajuda de outras pessoas, mas a versão levantou suspeita para equipe médica que logo comunicou a polícia, que monitorou o casal.

Já tendo conhecimento do desaparecimento de Flávia, e ao corpo ser encontrado, a polícia imediatamente foi até o casal para efetuar a prisão dos dois, que agora estão na cidade de Tijucas. Ainda segundo a polícia, a mulher e o companheiro serão indiciados por homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver e lesão corporal gravíssima, contra o bebê.

A criança segue se recuperando no Hospital Infantil de Florianópolis, e passa bem.