Golpistas são presos após vender ‘lâmpada do gênio’ por R$ 530 mil

Foto: Asif Akbar

Autoridades na Índia prenderam dois homens acusados de vender a um médico uma “lâmpada do gênio” por cerca de R$ 533 mil. Os suspeitos teriam inclusive invocado um gênio falso. Após perceber que foi enganado e que a lâmpada não tinha poderes mágicos como na história de Aladdin, Laeek Khan acionou a polícia de Uttar Pradesh, no norte do país. Com informações do site Último Segundo.

“Os trapaceiros fecharam um acordo por muito mais, mas o médico pagou cerca de 7 milhões de rúpias”, disse Amit Rai, um oficial sênior, à AFP. Ele disse que os homens foram presos na quinta-feira (29) e estão sob custódia.

De acordo com as autoridades, a mulher de um dos suspeitos, que também está envolvida na fraude, é considerada foragida. Conforme a mídia local, Khan afirmou à polícia que um dos homens fingiu ser um ocultista e fez uma figura sobrenatural aparecer da lâmpada.

No entanto, quando o médico pediu para tocar no gênio, eles se recusaram, dizendo que isso poderia lhe causar danos. Por fim, eles venderam a lâmpada para ele, prometendo que o objeto traria saúde, riqueza e boa fortuna. Segundo Khan, só mais tarde ele percebeu que o “gênio” era na verdade apenas um dos homens disfarçados.