Política

Governadores acusam Bolsonaro de distorcer repasses públicos

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Um dia após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) divulgar nas redes sociais os valores de repasses feitos pelo governo federal aos estados, 16 governadores acusaram o chefe do Executivo de distorcer informações para atacá-los. Em carta, os governadores destacaram que o governo federal deveria focar em políticas para conter aglomerações ao invés de adotar uma estratégia de confronto.

“Em meio a uma pandemia de proporção talvez inédita na história, agravada por uma contundente crise econômica e social, o governo federal parece priorizar a criação de confrontos, a construção de imagens maniqueístas e o enfraquecimento da cooperação federativa essencial aos interesses da população”, afirmaram os governadores.

No texto, os governadores lembraram que boa parte dos impostos federais, como o Imposto de Renda, tem como destino obrigatório os estados e municípios, da mesma forma que os estaduais, como o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), devem ir para os cofres dos municípios de um estado.

Leia a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta.