Governo dá recomendações para ampliação dos atendimentos online de saúde

Foto: Reprodução

O Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos lançou neste mês de agosto uma cartilha online com recomendações para a ampliação dos serviços de saúde com atendimentos online para as pessoas com deficiencia durante esse período da pandemia da Covid-19.

De acordo com Hellayne Meneses, da Coordenação Geral de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiencia, a ideia é orientar os profissionais e os pacientes no uso de tecnologias para atendimento para que as pessoas com deficiencia possam manter o distanciamento social e assim terem menos chances de contrair o novo coronavírus.

“A ideia é que os atendimentos realizados no consultório possam ser realizados também pelos pacientes em suas redisências, desde que não interfera na qualidade e no resultado do Plano de Tratamento. Por exemplo, uma pessoa que faça acompanhamento com psicólogo pode continuar por videochamada. Idosos com demência também podem continuar os tratamentos, sejam eles terapêuticos ocupacionais, psicológicos e outros”.

A cartilha online, que tem sua versão com vídeo em Libras, pode ser encontrada no site do Ministério da Mulher: www.gov.br/mdh

As informações são do EBC