Cidades

Governo do AM classifica como inapropriado o uso do termo ‘variante amazonense’

Mutações em várias partes do mundo começaram a ser analisadas nos últimos meses. No Brasil, a cepa denominada P1 tem sido, muitas vezes, chamada de ”variante amazonense” ou ”variante de Manaus”, o que tem sido contestado pelo Governo do Amazonas.

“Usar o termo “variante amazonense” para denominar uma das cepas do novo coronavírus, além de inapropriado, pode ocasionar estigma e equívocos. A nomenclatura de variantes virais é um processo científico e, por isso, é necessário ter prudência ao realizar a classificação”

A cepa P.1 é uma das 18 variantes do novo coronavírus já mapeadas no Amazonas. O estudo realizado pela Fiocruz Amazônia, em parceria com a Fundação de Vigilância em Saúde do estado, confirmou a origem e um aumento substancial na frequência dessa variante nas amostras analisadas.

Portal Manaus Alerta