Cidades

Governo do AM e Prefeitura de Manaus firmam parceria para capacitação de servidores público

Foto: Altemar Alcântara / Semad/Semcom

O aprimoramento profissional de servidores públicos do Governo do Amazonas e da Prefeitura de Manaus é o objetivo do termo de Cooperação Técnica, assinado entre a Secretaria de Administração e Gestão (Sead) e a Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), nesta quarta-feira (10).

Serão 23 cursos de qualificação profissional disponibilizados pelo Estado para servidores municipais. Com o termo de cooperação, os servidores estaduais também poderão participar de cursos ofertados pelo município.

A partir deste mês, os cursos ministrados pela Escola de Gestão e Aperfeiçoamento do Servidor Público do Governo do Amazonas (Esasp) estarão disponíveis à Escola de Serviço Municipal e Inclusão Socieducacional (Espi). Os servidores municipais terão acesso à plataforma de aprendizagem da Sead/Esasp.

Com a crise provocada pela Covid-19, a Sead reformulou e reelaborou os cursos presenciais para atividades de qualificação no formato Ensino a Distância (EaD). “Aprendemos bastante nesse período. O nosso desafio, enquanto gestores de escolas públicas de capacitação de servidores, é mostrar o quanto é importante renovar e aprimorar conhecimentos. E parcerias significam economia financeira”, disse a Secretária Executiva de Administração e Gestão da Sead, Tatianne Assayag.

O titular da Semad, Ebenezer Bezerra, e o diretor geral da Espi/Semad, Junior Nunes, destacaram que a retomada do planejamento de cursos da pasta municipal terá como foco a gestão pública. “Neste primeiro momento será focado em atividades em EaD”, disse Ebenezer Bezerra. O termo de cooperação não envolve dispêndio de quaisquer recursos financeiros, por ambas secretarias, e tem validade por 12 meses.

“Os servidores municipais terão vagas disponíveis para cursos da Esasp no formato EaD com tutoria e cursos autoinstrucionais, ou seja, sem instrutor. Posteriormente, caso haja retorno de atividades presenciais, também haverá vagas disponibilizadas”, esclareceu Junior Nunes, diretor-geral da Espi/Semad.

Com informações da assessoria