Amazonas

Governo forma 61 bombeiros militares no Curso de Habilitação de Oficiais Administrativos

FOTO: Divulgação/CBMAM

O Governo do Amazonas, por meio do Corpo de Bombeiros Militar (CBMAM), realizou a formatura de 61 bombeiros militares no Curso de Habilitação de Oficiais Administrativos (Choa), na manhã desta segunda-feira (26/04), no auditório do quartel do Comando-Geral da corporação, na avenida Codajás, bairro Petrópolis, zona sul de Manaus.

O Choa é um curso destinado aos praças combatentes para que possam ascender na carreira militar e serem promovidos ao posto de 2º tenente, conforme explica o comandante-geral do CBMAM, coronel BM Danízio Valente.

“Essa formatura já traz consigo o reflexo do novo Quadro de Distribuição de Efetivo (QDE), assinado pelo governador Wilson Lima no mês passado. Hoje, esses militares poderão chegar até o posto de major, sonho de muitos deles. Hoje também, entregamos à sociedade amazonense 61 militares habilitados a coordenar atividades operacionais e exercerem funções de subchefia e comando de socorro na Região Metropolitana”, frisou o comandante do CBMAM.

O subcomandante para Ações de Defesa Civil e paraninfo da turma, coronel BM Francisco Máximo, ressalta a importância da experiência profissional dos bombeiros militares.

“A experiência, somada com a capacitação e a instituição, permite que essas pessoas possam ascender, caracterizando que elas estão não somente galgando outros postos, como também aptas a compartilhar suas experiências com os demais profissionais que irão ingressar e com aqueles que já estão na corporação e são mais modernos. A instituição tem um papel primordial porque permite que esses militares, em um determinado momento de sua carreira, ao adquirirem a experiência, possam também absorver outras capacitações para habilitá-los ao desenvolvimento de outras atividades”.

Para o 1º sargento BM Ewerton Augusto, terceiro colocado no curso, o sentimento é de grande vitória. “Acredito que todos se empenharam muito para chegar até aqui e mesmo diante da pandemia não mediram esforços para que esse momento chegasse”, disse o sargento bombeiro militar.

A solenidade ocorreu na modalidade semipresencial, com transmissão on-line, distanciamento entre os formandos, uso de máscaras e álcool 70% e respeitando todas as medidas de segurança contra a Covid-19.