Gravação mostra sofrimento de crianças separadas da família pela Imigração nos EUA

Ex-primeiras damas também comentaram a questão, em repúdio público à política que Trump vem adotando na fronteira- foto: reprodução/Facebook

Hoje, 20 de junho, é o Dia Mundial do Refugiado. Porém, diante das últimas notícias, qualquer tentativa de comemoração será em vão. Ontem, o site de notícias Propublica, divulgou gravações de crianças imigrantes da América Central que demonstram sofrimento ao serem separados da família após entrarem ilegalmente nos Estados Unidos. O caso ocorreu em um centro de detenção da Patrulha de Fronteira americana, localizado na fronteira com o México. Veja o vídeo, que teve grande repercussão em todo o mundo:

Trump prega tolerância zero contra imigração

As crianças estão sendo separadas dos pais na fronteira entre os EUA e o México como resultado da política “tolerância zero” introduzida em maio pelo procurador-geral dos Estados Unidos, Jeff Sessions. Ela estabelece que todo adulto que for pego atravessando a fronteira ilegalmente deve ser criminalmente processado. Se for capturado, o indivíduo é levado a um centro federal de detenção de imigrantes até que se apresente a um juiz. A política tem sido alvo de crescentes críticas.

O presidente Donald Trump culpou os democratas pela política, dizendo que é necessário separar as famílias por causa de uma lei que “os democratas nos deram”. Não está claro, porém, a qual lei ele se refere, pois não há lei aprovada pelo Congresso dos EUA que determine que as famílias sejam separadas.

A medida levou a primeira-dama americana, Melania Trump, a romper, por meio de uma porta-voz, seu habitual silêncio, para criticar a situação. Segundo a porta-voz, a primeira-dama diz que “odeia ver crianças separadas de suas famílias” e que espera que republicanos e democratas “finalmente” trabalhem juntos para alcançar uma reforma imigratória bem-sucedida.

Ex-primeiras damas também comentaram a questão, em repúdio público à política que Trump vem adotando na fronteira.

Fonte: Bhaz