Saúde

‘Guerra’ contra coronavírus ganha reforço de mais profissionais de saúde

Profissionais de saúde convocados para reforçar a linha de frente no combate à Covid-19 começaram a se apresentar nas unidades hospitalares. A assinatura de contratação temporária está prevista na Portaria nº 0012/2021 da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM). Os profissionais são encaminhados para hospitais e prontos-socorros (HPSs), fundações e maternidades, além dos serviços de pronto atendimento (SPAs).

No início da manhã desta sexta-feira (8), a fisioterapeuta Andreia da Gama já estava a postos para assinar o contrato na sede da SES-AM, no Aleixo. Andreia se junta a outros médicos intensivistas, clínicos gerais, farmacêuticos, enfermeiros intensivista e técnicos de enfermagem que vão operacionalizar a assistência nos novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da rede.

“Como o fisioterapeuta é primordial e indispensável no tratamento de pacientes com Covid-19, eu estou me dispondo, também, a contribuir. Eu também já trabalho nisso e como estão precisando, agora no momento, eu também gostaria de estar contribuindo e colaborando também para recuperação desses pacientes”, disse.

A mais nova heroína da saúde a integrar a equipe do Estado no enfrentamento à Covid-19 se apresentou, logo em seguida, na unidade de saúde. A partir de agora, ela vai passar a cuidar de pacientes oncológicos que travam uma luta também contra o novo coronavírus e estão internadas na UTI da Fundação Centro de Controle de Oncologia (FCecon).

As contratações são fruto da parceria com o Ministério da Saúde, que disponibilizou o banco de dados de profissionais, e da contratação de servidores da rede que dispunham de disponibilidade de plantões para reforçar a saúde estadual.

De acordo com o chefe do Departamento de Gestão de Recursos Humanos (DGRH) da SES-AM, Mário Mendonça Júnior, o início é imediato. “Esses profissionais já são indicados (pelo Ministério da Saúde), já tiveram a expertise anteriormente no combate. Então, já serão direcionados diretamente às unidades que estão sendo, hoje, de combate à Covid-19”, disse.

Desafio de gigantes – Para o diretor da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, no Ministério da Saúde, Vinícius Azevedo, é um momento de grande desafio para os profissionais e a população do Amazonas.

“Quando a gente encontra um grande desafio, a gente precisa encontrar gigantes para enfrentar. Então, é isso que a gente tem feito e está convidando os gigantes. A gente precisa de gente séria e comprometida, que tenha verdadeiro compromisso com a vida, que é o que caracteriza o profissional de saúde. Então, a gente precisa que realmente esses heróis voltem a campo para que a gente consiga oferecer esse alívio para a sociedade”, disse.

Mais profissionais, mais leitos

A SES trabalha para abrir mais leitos e os profissionais de saúde são peça fundamental neste processo, com o recrudescimento da doença desde novembro.

A rede estadual teve um aumento de 154% do número total de leitos Covid no período, saindo de 457 para os atuais 1.164. Em relação ao número de UTIs, o quantitativo mais que dobrou desde o início do plano de contingência, saindo de 130 para 299 leitos de UTI Covid (+130%).

Com informações da assessoria