Haddad diz que ‘antibolsonarismo é mais forte do que antipetismo’

Foto: Reprodução/Instagram

O ex-prefeito Fernando Haddad disse, em entrevista que o “antibolsonarismo é muito maior” que o antipetismo. As informações são do ISTOÉ.

“É um escândalo um País como o Brasil ser presidido por uma pessoa desta qualidade. O Brasil tá completamente fora do circuito por causa da Presidência do Bolsonaro. Foi o maior erro da história da República. É um absurdo. Uma vergonha”, disse Haddad.

O ex-candidato à Presidência disse que Lula pediu para ele colocar o “bloco na rua”, mas que prefere que o ex-presidente seja o candidato do partido em 2022.

Haddad disse que o PT sempre fez alianças e que vai “buscar somar o maior número de forças políticas” nas próximas eleições e não descartou conversar com partidos de oposição que tenham o “compromisso que esse projeto (de governo) está destruindo o País”.

O ex-ministro também admitiu que o momento não é propício para discutir um impeachment de Bolsonaro. “Estamos na segunda metade do mandato e o Bolsonaro, via centrão, simplesmente loteou o governo e se fortaleceu, para manter não só o seu mandato, mas para blindar seu filho Flávio Bolsonaro”, disse Haddad.