Política

‘Hipócrita e puxa-saco de Lula’: Flávio Bolsonaro ataca Tite e Globo

Foto: Reprodução

O descontentamento da Seleção Brasileira com a realização da Copa América no Brasil promete abalar a política dentro e fora do futebol. Porta-voz do grupo, o técnico Tite foi alvo de ataques de Flávio Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro. No último domingo, o político publicou uma sequência de questionamentos ao treinador e a TV Globo. Para Flávio, a emissora não aprova a Copa América por questões televisivas com o SBT.

De acordo com empresário, o interesse da Globo em desmoralizar a competição sul-americana seria pautado em uma tentativa de diminuir o alcance da concorrente. Flávio Bolsonaro também sustenta seu argumento com uma afirmação falsa. Ao alegar que no Brasil cerca de 70 milhões de imunizados, o político erra o recorte. Apesar do número aproximado em doses aplicadas, os brasileiros que receberam a segunda dose giram em torno de 20 milhões

“Todos nós sabemos que a discussão não é sobre saúde, e sim sobre Globo x SBT, uma vez que é o SBT que irá transmitir com exclusividade a Copa América. E ela seria perfeitamente possível de ser realizada no Brasil, já que vacinamos mais de 70 milhões de brasileiros e nosso sistema de saúde tem suportado bem a demanda”, começou Bolsonaro.

“Não vimos o Tite falando nada quando a Copa América seria realizada na Argentina. Bastou a CBF pedir para o presidente Bolsonaro a autorização para que ele acontecesse aqui no Brasil para que o Tite se posicionasse politicamente. É um hipócrita e puxa-saco do Lula. Faz de tudo para boicotar o Bolsonaro”, completou.