Homem é preso após estuprar e ameaçar de morte filha da namorada dele, em Codajás

Ele foi atuado em flagrante por estupro de vulnerável.

Um jovem de 22 anos, foi preso na tarde da última segunda-feira (19), na casa onde morava, na rua Plínio Coelho, bairro Laguinho, pelo crime de estupro de vulnerável cometido contra uma adolescente de 12 anos, filha da namorada dele. O crime aconteceu no município de Codajás, distante 240 quilômetros em linha reta da capital.

De acordo com informações da delegada Alessandra Souza Braga, titular da 78ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), em depoimento, ele confessou ter cometido o estupro. Alessandra Braga ressaltou que as investigações em torno do caso começaram após a mãe da vítima, uma mulher de 28 anos, formalizar a ocorrência na manhã de domingo (18). Na ocasião, relatou que o estupro aconteceu na madrugada daquele mesmo dia, por volta de 1h, na casa onde a família dela mora, no bairro Bela Vista, em Codajás.

“O jovem conhecia o imóvel, por ser namorado da mãe da adolescente. No dia do crime ele foi até o quarto da vítima e começou a acariciar as partes íntimas dela. Logo em seguida consumou o estupro. Durante o ato libidinoso, ele ordenou que a vítima não comentasse com os familiares sobre o que havia acontecido, e, ainda, ameaçou de morte ela e a família dela caso fosse denunciado. Ao chegar no cômodo e encontrar a filha chorando, a mãe da vítima gritou por ajuda e o jovem acabou empreendendo fuga”, relatou a delegada.

Ele foi atuado em flagrante por estupro de vulnerável. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, ele será levado à carceragem da 78ª DIP, onde irá permanecer à disposição da Justiça.