Homem que matou donos de floricultura pediu emprego 3 dias antes e foi contratado

Mateus foi autuado em flagrante por latrocínio- foto: Erlon Rodrigues

Mateus Muniz Ferreira, 21, foi preso em flagrante pela equipe da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd) na tarde de quinta-feira (14), em uma casa na rua Visconde de Porto Seguro, conjunto Parque das Laranjeiras, bairro Flores. Ele é autor do latrocínio do casal de empresários Kazuyasu Takano e Maria Soliange Alves Vieira.

Policiais civis representada pelo delegado-geral da instituição, Mariolino Brito, e delegados Adriano Felix e Samir Freire, respectivamente titular e adjunto da Derfd, falaram na tarde desta sexta-feira (15), sobre a prisão do mesmo.

Companheira presa

Mariolino Brito ressaltou, ainda, que a companheira de Mateus, Roziane da Costa Amaral, 22, foi presa no município de Coari na manhã desta sexta, durante ação deflagrada naquele município sob o comando do delegado-geral adjunto da instituição, Antonio Chicre Neto. O fato ocorreu no momento em que a jovem recebia uma encomenda enviada por Mateus, onde estavam os celulares das vítimas. Ela foi autuada em flagrante por receptação.

Latrocínio

O delegado Adriano Felix explicou que o latrocínio ocorreu na manhã de quarta-feira (13), por volta das 10h, em uma floricultura situada no bairro Flores. Mateus havia começado a trabalhar no local há três dias, como auxiliar de serviços gerais, após pedir emprego aos empresários. Kazuyasu e Maria Soliange moravam no terreno da floricultura e tinham, respectivamente, 68 e 40 anos.

“Assim que tomamos conhecimento do crime, nos deslocamos até o local do fato e, a partir de informações repassadas por testemunhas, descobrimos que apenas três pessoas haviam sido vistas no local: o casal e Mateus. Dessa forma, o jovem passou a ser nosso principal suspeito”, declarou o titular da Derfd.

Detalhes do crime

Ao longo da coletiva Felix relatou que Kazuyasu chegou ao estabelecimento e pediu para que o funcionário levasse uma carga de grama de um caminhão até a floricultura. Na ocasião, Mateus imobilizou Kazuyasu e desferiu um golpe, utilizando um machado, na cabeça do empresário, que caiu desmaiado. Em seguida, o infrator, utilizando uma corda, amarrou os pés do idoso.

Conforme o titular da Derfd, logo em seguida Mateus saiu à procura de Maria e assim que a encontrou, amarrou a mulher em uma árvore. Após imobilizar o casal, infrator subtraiu R$ 700 em espécie e três aparelhos celulares das vítimas. Maria ainda tentou fugir, mas assim que Mateus percebeu a intenção da empresária, a golpeou na cabeça utilizando o mesmo machado usado para agredir o marido dela.

“Depois da ação criminosa Mateus solicitou um táxi até o bairro Educandos, zona sul, onde vendeu um dos celulares por R$ 40. O autor do latrocínio embarcou os outros dois celulares para a companheira dele, Roziane, que mora em Coari, e depositou, ainda, R$ 300 na conta bancária dela. O restante do dinheiro roubado ele usou para comprar roupas e alimentos”, esclareceu Felix.

Flagrante

Mateus foi autuado em flagrante por latrocínio. Roziane irá responder por receptação. Ao término dos procedimentos cabíveis na especializada, Mateus será levado para Audiência de Custódia, no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis. Roziane será levada para a Unidade Prisional de Coari, onde irá ficar à disposição da Justiça.

Com informações da assessoria