Cidades Destaques

HPV entra em pauta no 4° Congresso Pan Amazônico de Oncologia

A mesa redonda faz parte da programação do 4º Congresso Pan Amazônico de Oncologia acontece entre os dias 22 e 25 de novembro- foto: divulgação/Fcecon
Redação
Postado por Redação

Uma abordagem social e mais democrática, que inclua a participação de especialistas de renome na saúde, pesquisadores, representantes da mídia local, profissionais e estudantes das mais diversas áreas da saúde, está sendo formatada para debater a problemática do HPV (Papillomavirus Humano) e sua associação com os cânceres de colo uterino, pênis e cabeça e pescoço na região Norte.

A mesa redonda faz parte da programação do 4º Congresso Pan Amazônico de Oncologia, que acontece entre os dias 22 e 25 de novembro, no Hotel Intercity Manaus, sob a coordenação da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon).

Segundo o diretor-presidente da FCecon, cirurgião oncológico Marco Antônio Ricci, uma programação de quase dez horas será dedicada às pesquisas e resultados relacionados ao câncer de colo de útero, o tipo mais incidente da doença entre as amazonenses, com previsão de 680 casos/ano no Estado, conforme o Instituto Nacional do Câncer (Inca), órgão subordinado ao Ministério da Saúde (MS).

O ‘Fórum Multidisciplinar de Prevenção, Diagnóstico e Tratamento do Câncer de Colo de Útero’ acontecerá nos dias 24 e 25, em uma das salas do Pan Amazônico. “Além de apontar a dimensão da doença na região, a ideia é mostrar a importância da participação da imprensa na disseminação de informações pertinentes, para alcançar as metas traçadas para mudar a realidade atual que, infelizmente, ainda é de centenas de mortes/ano em função desse tipo de neoplasia, considerada 100% prevenível”, destacou a diretora de Ensino e Pesquisa da FCecon, Dra Kátia Luz Torres.

Pesquisadores dos estados do Acre, Amazonas, Rondônia, Roraima, Amapá e Pará, que compõem a região Norte, já confirmaram presença no Fórum. “Vamos ter um panorama geral de como está a distribuição dessa doença em todo o Norte do País, que tem como uma das principais características, o isolamento de algumas regiões e a dificuldade de acesso aos exames de rastreio”, comentou Torres. Entre os convidados, estará a professora- doutora Luísa Villa, médica especialista considerada uma das referências em pesquisas sobre oncogênese por HPV desenvolvidas pela Universidade de São Paulo (USP).

A inserção da FCecon nesse contexto e os resultados preliminares de alguns dos principais estudos científicos na área, estarão em pauta durante a programação. A iniciativa ajudará a traçar um panorama nacional de incidência, considerando dados epidemiológicos.

Com informações da assessoria

Comentários

comentários

Deixe um comentário