Human Rights Watch: Bolsonaro tenta sabotar medidas contra Covid-19

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A organização não governamental de direitos humanos Human Rights Watch criticou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pela atuação na pandemia de Covid-19 no Brasil.

No Relatório Mundial 2021, divulgado nesta quarta-feira (13/1), o trecho referente ao Brasil afirma que o mandatário tentou sabotar os esforços para retardar a disseminação da Covid-19 no país. A ONG lembra que Bolsonaro chamou a doença causada pelo novo coronavírus de “gripezinha” e disseminou informações enganosas.

Confira a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta