Idam realiza visita técnica para fortalecer a pesca e a piscicultura em Autazes

Foto: Divulgação/Idam

O Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) realizou visita técnica na comunidade Açupuranga, no Paraná do Mamuri, em Autazes (a 113 quilômetros de Manaus), com o objetivo de fortalecer às atividades de pesca e piscicultura. A ação faz parte das metas do Convênio nº 051/2013 firmado entre o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o Idam para prestação de serviços de assistência técnica, extensão pesqueira e aquícola em sete municípios do Amazonas.

Mais de 15 pescadores artesanais receberam assistência de técnicos da Unidade Local do Idam em Autazes e Idam Central durante a ação. Na ocasião, o Idam apoiou na documentação necessária para emissão de Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), Carteira do Produtor Primário (CPP) e realizou o levantamento de informações socioeconômicas da atividade pesqueira.

De acordo com o gerente de Apoio à Aquicultura e Pesca do Idam, Daniel Borges, o Instituto tem dado total atenção ao segmento e buscado parcerias para fortalecer as atividades. “A pesca é uma das principais atividades econômicas do estado do Amazonas, e queremos fortalecer ainda mais o segmento por meio das atividades de extensão pesqueira em nossa região e também na orientação necessária para que os pescadores consigam ter acesso ao crédito rural junto à Agência de Fomento do Amazonas”, destacou.

Convênio Mapa/Idam

O projeto orçado em mais de R$ 719 mil é desenvolvido por meio de metodologias de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) que visam o manejo sustentável dos recursos naturais para melhoria do pescado e diversificação da produção. Além disso, o Idam também tem trabalhado a capacitação e incentivado a profissionalização dos pescadores e piscicultores contemplados pelo Convênio, que está em execução até dezembro deste ano.

O projeto abrange os municípios de Manaus, Presidente Figueiredo, Manacapuru, Careiro Castanho, Rio Preto da Eva, Autazes e Itacoatiara.

Com informações da assessoria