Idoso é preso por estuprar e engravidar neta da esposa de apenas 13 anos, em Borba

Foto: Divulgação/PC-AM

Na manhã desta quarta-feira (26), por volta das 6h, policiais civis da 74ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Borba (distante 151 quilômetros em linha reta da capital), prenderam, em cumprimento a mandado, um idoso de 68 anos, pelo crime de estupro de vulnerável contra a neta da esposa dele, uma adolescente de 13 anos. A prisão aconteceu na comunidade do Piraiçu, zona rural daquele município.

A ação policial foi coordenada pela escrivã de polícia Carla Marques, e pelo investigador Manoel Clóvis Silva, respectivamente, gestora e chefe de investigação da unidade policial, com o apoio de agentes da Secretaria Municipal de Segurança Pública do local.

Segundo a gestora da DIP, o idoso começou a praticar atos libidinosos com a adolescente desde que ela tinha 12 anos e, ao completar 13, ela engravidou. Diante disso, a família resolveu buscar ajuda policial por meio de denúncia.

“Durante esse período de abusos sexuais, a adolescente engravidou e precisou ser transferida para Manaus para que o parto fosse realizado. Porém, devido à má formação congênita, o recém-nascido, fruto do estupro, não resistiu e veio a óbito em uma unidade hospitalar da capital. O infrator informou em depoimento que a neta de sua mulher o ‘conquistou’ e o convidou para que ele cometesse o ato ilícito”, explicou Marques.

Carla Marques informou que o chefe de investigação da DIP, Manoel Clóvis, recebeu e deu andamento às diligências em torno do caso, e, após confirmar o fato, a gestora da unidade policial solicitou o mandado de prisão do idoso, que foi expedido no dia 13 de julho deste ano, pelo juiz de direito Leonardo Mattedi Matarangas, da Vara Única da Comarca de Borba.

As informações são da assessoria