Igreja ‘Deus é Amor’ emite nota de repúdio contra o pastor que agrediu a esposa ao vivo

Foto: Divulgação

Por meio de uma nota publicada em suas redes sociais, a Igreja Deus é Amor comunicou o afastamento do pastor Edson Araújo, que agrediu sua esposa sem saber que estava ao vivo em uma transmissão no Facebook.

A igreja repudiou o caso e disse não tolerar qualquer tipo de violência doméstica, sendo esse ou qualquer outro tipo de violência contrários aos princípios cristãos e aos ensinamentos apregoados na bíblia sagrada.

Leia a nota na íntegra:

“A IGREJA PENTECOSTAL DEUS É AMOR vem pelo presente comunicado reforçar o seu absoluto repúdio à violência doméstica e contra as mulheres.

Qualquer tipo de violência, principalmente no âmbito doméstico, é totalmente contrária aos princípios cristãos e aos ensinamentos apregoados na bíblia sagrada, nossa base de fé.

Devemos nos lembrar que violência doméstica não é apenas pecado, é também um CRIME! Como cristãos devemos combater atitudes como essa de forma muito enérgica.

Para não deixar dúvidas, o pastor foi afastado da nossa Igreja e todas as medidas cabíveis já estão sendo tomadas.

Nunca nos esqueçamos do que a bíblia nos fala em 1 Coríntios 11:11-12: “Pois, assim como a mulher proveio do homem, também o homem nasce da mulher. Mas tudo provém de Deus.”

O pastor David Miranda Neto falou sobre o caso, e reforçou o repúdio ao que fez o tal pastor.

As informações são do Fuxico Gospel