Até o momento, a polícia acredita que ele agiu sozinho, sem motivo aparente para o ataque- foto: reprodução

Uma câmera do circuito interno de segurança da Catedral Metropolitana de Campinas (SP) mostra o momento em que o atirador Euler Fernando Grandolpho, 49 anos, abre fogo contra várias pessoas e em seguida se mata, na tarde desta terça (11). As imagens também mostram a ação dos policiais após o atentado, cuja a motivação ainda é desconhecida.

A carteira nacional de habilitação do atirador, que se matou após o ataque, foi apresentada pela Polícia Civil, depois da retirada dos corpos da igreja.

Em sua rede social, Euler aparece de óculos escuros, natural de Campinas. Até o momento, a polícia acredita que ele agiu sozinho, sem motivo aparente para o ataque.

Na catedral quatro pessoas foram mortas e outros quatro ficaram feridas. Três delas já receberam alta. Euler, que não tem antecedentes criminais, teria chegado à igreja por volta das 13h, onde se assentou e momentos depois começou a atirar na direção das pessoas que ainda estavam lá, após o término de uma missa.

Fonte: Jornal Estado de Minas