Índice de distorção idade-série apresenta redução nas escolas municipais

15
Foto: Divulgação/Semed

Prefeitura de Manaus registrou uma redução no índice de alunos da rede municipal com distorção idade-série nos anos iniciais, que atualmente é de 15%. Os dados foram apresentados em reunião realizada na sede da Secretaria Municipal de Educação (Semed), zona Centro-Sul, nesta terça-feira (13), sendo resultado da parceria com o Instituto Ayrton Senna (IAS). Os dados divulgados correspondem aos meses de abril a julho deste ano.

Aproximadamente 251 escolas municipais aderiram aos programas do instituto, que atende 5.200 alunos. O IAS realiza quatro programas: o “Se Liga” e o “Acelera”, que atendem alunos com distorção idade-ano do 3º, 4º e 5º anos do ensino fundamental; e os programas “Pit Stop” e “Fórmula da Vitória”, que atuam no reforço escolar de estudantes, também dos anos iniciais e do 6º e 7º ano do ensino fundamental.

Com base nos dados apresentados, a secretária da Semed Kátia Schweickardt destacou a seriedade e o compromisso da equipe técnica envolvida nos processos, que garantem o direito da criança e do adolescente de aprender mais e melhor, bem como o compromisso da Prefeitura de Manaus em proporcionar um ensino de qualidade.

O programa de correção de fluxo existe na rede pública municipal desde 2014 e, segundo a especialista do Instituto Ayrton Senna, Silvia Mattiazzo, Manaus é referência entre outras cidades. “Sempre que se fala em bons resultados, Manaus é sempre a nossa referência. A nossa parceria é um grande sucesso na correção de fluxo e os indicadores diminuem a cada ano. Os técnicos da Semed sempre mostram respostas muito boas na aprendizagem dos alunos. A parceria é sempre muito positiva”, destacou.

Desde que o programa foi iniciado na rede municipal, foram atendidos mais de 15 mil alunos. Os programas “Se Liga” e “Acelera” acontecem no turno que o aluno estuda. Já os programas de reforço “Pit Stop” e “Fórmula da Vitória” são oferecidos no contra turno.

*Com informações da assessoria