Um indígena identificado como Pulinário Gomes da Silva de 58 anos morreu depois de ser agredido com pauladas por dois suspeitos. O fato aconteceu na cidade de Jutaí (distante 700 km de Manaus), durante a madrugada deste domingo. Um colega de Polinário também foi agredido, mas sobreviveu.

De acordo com informações do 6°GPM de Jutaí, a briga generalizada ocorreu por volta das 3h, nas proximidades da igreja Assembleia de Deus de Minas Gerais, quando populares informaram que dois indivíduos teriam agredido fisicamente dois senhores de idade, que seriam Pulinário e Francisco Divino Moreira de Souza de 53 anos, com socos, chutes e ponta pé, utilizando também um pedaço de madeira tipo perna-manca.

Pulinário teria sido agredido de forma mais violenta, com uma paulada na cabeça, causando um grave ferimento, deixando-o desacordado. Foi acionada por familiares das vítimas ambulância do SAMU para presta os primeiros socorros e o translado da vitima ao Hospital Regional de Jutaí (HRJ).

Ao chegar ao HRJ e ser examinado pelo médico plantonista doutor Carlos Uchoa foi constatado o óbito do mesmo com suspeita de traumatismo craniano. A polícia seguiu para o local do fato em busca dos suspeitos, onde encontraram Francisco, que relatou a briga.

Como suspeitos, um adolescente de 16 anos foi apreendido e um homem identificado como Ray de 23 anos foi presos em uma residência. A dupla foi conduzida e apresentanda ao 52° para realização dos procedimentos cabíveis ao caso.

Portal Manaus Alerta