Inspirado no Lula Livre, apoiadores de Danilo Gentili pedem revisão de pena após condenação

Danilo Gentili e Maria do Rosário (Foto: Reprodução)

A 5ª Vara Federal Criminal de São Paulo/SP condenou o humorista e apresentador Danilo Gentili Júnior à pena de seis meses e 28 dias de detenção, em regime inicial semiaberto, pelo crime de injúria praticado contra a deputada federal Maria do Rosário Nunes., do Partido dos Trabalhadores.

Na internet, a opinião do público se dividiu e muitos internautas acharam a decisão arbitrária. Muitas pessoas saíram em defesa de Gentili e levantaram a tag #GentilLivre no Twitter.

O grupo de direita, MBL, responsável pela manifestações em prol do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff em 2015 e 2016, tem Danilo Gentili como um dos principais porta-vozes de suas ideias na televisão e nas redes sociais. Nesse sentido, se posicionaram na internet contra a decisão judicial.

ENTENDA A CONFUSÃO

A injúria aconteceu em um vídeo publicado por Gentili no dia 22 de março de 2016. Segundo o entendimento da juíza Maria Isabel do Prado, ele injuriou a deputada “ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro, atribuindo-lhe alcunha ofensiva, bem como expôs, em tom de deboche, a imagem dos servidores públicos federais e a Câmara dos Deputados.”

Fonte: TV FOCO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui