Operação Carnaval Seguro orienta brincantes sobre os cuidados na hora de comprar os produtos

Foto: Arquivo/Ipem-AM

Fantasias e preservativos masculinos são produtos bastante procurados nos comércios de Manaus, no período de Carnaval. E, para garantir que os consumidores não sejam lesados na hora de adquirir esses produtos, o Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem-AM) realiza de 11 a 14 de fevereiro de 2020, a operação Carnaval Seguro.

Durante toda a semana, os fiscais do Ipem-AM estarão visitando lojas e estabelecimentos comerciais da capital, para verificar se os produtos comercializados atendem aos requisitos de segurança do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). O diretor-presidente do Ipem-AM, engenheiro Márcio André, destaca a importância em fazer aquisição de produtos no mercado formal, evitando danos à saúde.

“É importante que tanto os pais como os consumidores em geral fiquem atentos na hora de comprar as fantasias, uma vez que o produto for adquirido no mercado informal pode causar danos à saúde da criança ou do adulto, como por exemplo, alergias” disse Márcio André, ressaltando que no caso das crianças o ideal é utilizar material natural, como o algodão, que é mais confortável.


Fantasias e produtos têxteis – É importante verificar a composição do tecido; observar se na etiqueta informativa contém as informações como (razão social, indicação de tamanho, CNPJ ou CPF, país de origem e cuidados para conservação). Essas informações são obrigatórias e podem contribuir para que o consumidor evite ter alergias e, consequentemente, riscos à saúde.

Preservativos masculinos – No caso dos preservativos masculinos também é importante que o consumidor fique atento, para as dicas do Inmetro, pois se o produto for adquirido de forma irregular pode causar grandes riscos, como as doenças sexualmente transmissíveis (DST/AIDS).

Ao comprar ou adquirir preservativos masculinos é importante observar se na embalagem possui a marca do Inmetro e do Organismo de Certificação de Produtos (OCP), pois ela é a garantia que o produto passou por todos os testes e está apto para ser comercializado. Vale ressaltar que também é preciso estar atento e verificar se a embalagem não está rasgada ou danificada, além de conferir o prazo de validade.

Irregularidades – Caso seja encontrada alguma irregularidade durante a operação Carnaval Seguro, os produtos serão apreendidos e a empresa notificada, com prazo de dez dias para apresentar defesa escrita junto ao órgão. A multa varia de R$ 500 a 200 mil, dependendo do porte da empresa e grau de reincidência.

Denuncie – Ao desconfiar de possíveis irregularidades, entre em contato com a Ouvidoria do Ipem-AM, por meio do telefone 0800 092 2020, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, ou enviar e-mail para [email protected]gov.br.

(*) com informações da Secom