Tecnologia

iPhone 13: LG assumirá produção de câmeras e deve utilizar estabilização óptica com Sensor Shift

Foto: Divulgação/Apple

A Apple já divulgou a data do evento que, quase certamente, apresentará o iPhone 13. Embora muito seja conhecido sobre a nova geração de uma das linhas de celulares mais aguardadas do ano, a maioria das informações são baseadas em rumores, tais que poderão se confirmar na próxima terça-feira, dia 14 de setembro. Com informações do tudocelular.

Nesta quinta-feira (09), o The Elec divulgou em uma reportagem que houve mudanças no fornecimento de peças para o iPhone 13 e os modelos mini, Pro e Pro Max. Após o fechamento da fábrica vietnamita da Sharp, responsável pela produção dos módulos de câmeras para a Apple, a maioria dos lotes passarão a ser fabricados pela LG Innotek.

Embora a pandemia de coronavírus tenha causado sérios prejuízos a diversas empresas, a subsidiária da gigante sul-coreana permanece operante, e deve se tornar responsável pelo fornecimento de 70% dos módulos de câmera para a linha do iPhone 13.

A demanda de peças cresceu expressivamente após o rompimento da Apple com a O’Film, além do aumento de produção dos smartphones em 20%. A LG, para suprir as obrigações, deve utilizar suas fábricas em Gumi, na Coreia do Sul, e a própria instalação no Vietnam.

A mídia sul-coreana afirma também que todos os modelos do iPhone 13 terão Sensor Shift, tecnologia de câmeras que implementa o mecanismo de estabilização óptica diretamente no sensor de imagem do celular, em vez de atenuar os movimentos nas lentes. Vale lembrar que esse recurso foi unicamente introduzido no iPhone 12 Pro Max.

A Apple já divulgou a data do evento que, quase certamente, apresentará o iPhone 13. Embora muito seja conhecido sobre a nova geração de uma das linhas de celulares mais aguardadas do ano, a maioria das informações são baseadas em rumores, tais que poderão se confirmar na próxima terça-feira, dia 14 de setembro.

Nesta quinta-feira (09), o The Elec divulgou em uma reportagem que houve mudanças no fornecimento de peças para o iPhone 13 e os modelos mini, Pro e Pro Max. Após o fechamento da fábrica vietnamita da Sharp, responsável pela produção dos módulos de câmeras para a Apple, a maioria dos lotes passarão a ser fabricados pela LG Innotek.

Embora a pandemia de coronavírus tenha causado sérios prejuízos a diversas empresas, a subsidiária da gigante sul-coreana permanece operante, e deve se tornar responsável pelo fornecimento de 70% dos módulos de câmera para a linha do iPhone 13.

A demanda de peças cresceu expressivamente após o rompimento da Apple com a O’Film, além do aumento de produção dos smartphones em 20%. A LG, para suprir as obrigações, deve utilizar suas fábricas em Gumi, na Coreia do Sul, e a própria instalação no Vietnam.

A mídia sul-coreana afirma também que todos os modelos do iPhone 13 terão Sensor Shift, tecnologia de câmeras que implementa o mecanismo de estabilização óptica diretamente no sensor de imagem do celular, em vez de atenuar os movimentos nas lentes. Vale lembrar que esse recurso foi unicamente introduzido no iPhone 12 Pro Max.

O evento da próxima semana deve trazer, além dos novos iPhones, o Apple Watch Series 7 e os AirPods 3. Espera-se que o line-up dos celulares estreie o iOS 15 e o novo chipset A15 Bionic, além de um design totalmente renovado.