Polícia

‘Jardim Restobar’ anuncia fechamento após dono morrer baleado durante live

Foto: Reprodução

Na noite de domingo (12), o dono do Boteco Jardim RestoBar, identificado como Raniery da Silva Pinheiro, de 40 anos, foi morto a tiros enquanto um grupo de pagode fazia uma live de apresentação. A esposa também foi baleada. O caso aconteceu durante um evento no bar, localizado na praça do Prosamim Mestre Chico, zona Sul de Manaus.

No vídeo, o grupo aparece se apresentando quando os tiros começaram. Os integrantes correram para se proteger junto com outros clientes. No fundo, é possível ouvir a esposa do proprietário gritando pedindo socorro pois havia sido baleada.

Os bandidos se passaram por clientes do local quando abordaram a vítima e dispararam os tiros, que também acabou acertando a esposa. Ela foi encaminhada ao Hospital e Pronto-socorro 28 de Agosto.

De acordo com a polícia, Raniele já tinha passagem por tráfico de drogas. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Em nota, o estabelecimento informou que ficará temporariamente fechado.

‘O Boteco Jardim Restobar é um espaço recém reformado, pensado e idealizado para trazer lazer e entretenimento de qualidade à comunidade do bairro Cachoeirinha. Na noite deste domingo (12), infelizmente, sofreu um dos piores retratos da violência. O proprietário do espaço sofreu um fatídico atentado que o levou, infelizmente, à morte.

Com profundo pesar, informamos aos nossos clientes e amigos que, infelizmente, em decorrência dessa tragédia, o local ficará fechado temporariamente.’

Por Portal Manaus Alerta.