Jogadoras da Superliga Feminina de Vôlei em Manaus apresentam números

Daqui há 9 dias, Manaus recebe a Superliga Feminina de Vôlei entre São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) x Vôlei Nestlé (Osasco/SP). O jogo, marcado para o dia 7 de janeiro, será o primeiro da temporada 2017 destes dois clubes e acontecerá a partir das 20h, na Arena Amadeu Teixeira, localizada na Loris Cordovil. O evento recebe apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), e os ingressos para a disputa estão à venda em ponto físico e site.

O Vôlei Nestlé encerrou o ano em segundo lugar na classificação geral, com 24 pontos (oito vitórias e duas derrotas), e o último jogo das meninas foi no dia 22 de dezembro contra o Genter Vôlei Bauru, quando venceram por 3 sets a 0 (25/22, 25/18 e 25/13). Com o resultado, Camila Brait, do Vôlei Nestlé, está no topo, sendo considerada a melhor defensora dessa edição da Superliga com 41,20% de aproveitamento. Em outubro, a líbero já havia sido eleita a melhor jogadora em quadra, conquistando o Troféu VivaVôlei, programa de responsabilidade social da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) que atende crianças de 7 a 14 anos por meio de escolinhas de vôlei.

“A Camila Brait é uma jogadora muito inteligente e sagaz, completa muito bem a equipe do Osasco, que vai vir muito forte para a primeira disputa do ano. Porém, do outro lado temos o São Caetano, com um time renovado e que está com sede de chegar a oitava colocação e, assim, subir cada vez mais na tabela. Quem for conferir a partida, com certeza vai se surpreender com a qualidade técnica, desempenho e força das equipes. É um jogo de pura emoção e qualidade”, avaliou o presidente da Federação Amazonense de Vôlei (FAV), Tadeu Picanço.

Campeã olímpica em Londres 2012, Tandara é outro nome forte que chegou este ano no time do Osasco e que vem a Manaus. A oposta vinha negociando desde o final de 2015 com o Nestlé e antes ela atuava no Minas. A atleta de 27 anos já teve passagem pelo time paulista em 2007, quando foi campeã estadual e vice da Superliga, mas ficou apenas uma temporada no clube. Agora, nove anos depois, a experiência em quadra é sua principal característica. Atualmente, ela é considerada a jogadora de maior potência no Brasil, sendo duas vezes consecutivas a maior pontuadora da Superliga Feminina de Vôlei.

Jogadoras estão ansiosas pelo ‘calor humano’/Foto: Divulgação

São Caetano

O São Caetano se despediu de 2016 com derrota e ela veio após a equipe enfrentar o Terracap/BRB/Brasília Vôlei, quando perdeu por 3 sets a 2 (25/27, 14/25, 25/19, 25/16, 15/10), pela décima rodada do turno. O resultado colocou o time do ABC Paulista na nona colocação da tabela, com nove pontos (três resultados positivos e oito negativos). Para a levantadora Diana, que estava em Manaus quando o São Caetano jogou contra o Dentil/ Praia Clube, a tendência é a equipe crescer no próximo turno.

“O Haírton Cabral (treinador) passa muita confiança para o nosso grupo. Conseguimos organizar o nosso time durante o turno e estamos em evolução”, disse a levantadora de 1,78, que até agora soma 29 pontos de desempenho, sendo oito de ataque, 14 de saque e sete de bloqueio. A experiente jogadora retornou este ano para o time do ABC paulista e tem um currículo extenso, somando inclusive passagens por quatro times da Europa. A pernambucana está com 31 anos e atuou pelo Club Sports da Madeira (Funchal, Ilha da Madeira – Portugal), Playa de Las Canteras (Las Palmas, Ilhas Canárias – Espanha), G. S. Keratea (Keratea – Grécia) e Panathinaikos F. C. (Atenas -Grécia).

Outro nome forte do São Caetano e que também fez sucesso quando esteve na capital amazonense foi Nikolle Del Rio. A ponteira foi simpática com os fãs amazonenses desde sua chegada e após o jogo contra o Dentil foi uma das mais assediadas, distribuindo selfies, autógrafos e sorrisos.

“A torcida em Manaus foi linda, pois recebemos não só o calor da terra, mas principalmente o calor humano, e eu espero que o próximo jogo seja também de muito carinho com nós jogadoras. Desejo que os jogos em Manaus possam ser uma sementinha de bons frutos e é muito bom poder retornar ao Norte do País”, destacou. A mineira chegou para reforçar o time do ABC paulista este ano e tem passagens por algumas equipes brasileiras, como Finasa/Osasco, Pinheiros/Blausiegel e Sport Recife.

Ingressos

Os ingressos para a Superliga estão sendo vendidos na bilheteria da Arena Amadeu Teixeira (Flores), das 9h às 18h, nos dias de semana e aos sábados. Até o momento, quase 600 ingressos foram adquiridos pela população.

Os tickets para o jogo de janeiro, entre São Caetano x Vôlei Nestlé, tem valor único de R$30 (arquibancada superior), R$50 (arquibancada inferior), R$100 (área vip). Os valores correspondem para os já beneficiários de meia-entrada (idosos, terceira idade, estudantes, PCDs) e o público em geral mediante a 1 kg de alimento não perecível. Aqueles que na hora da compra não apresentarem o alimento pagam inteira.

O público ainda tem a opção de realizar a compra também pelo site http://www.guicheweb.com.br/. Os bilhetes poderão ser adquiridos no dinheiro ou cartão de crédito.

Os ingressos para São Caetano x Rexona, partida de fevereiro, serão anunciados posteriormente.

Ingressos/ Valores

Arquibancadas Superior
Preço único de R$30

Arquibancada Inferior
Preço único de R$50

Entradas VIP (cadeira)
Valor: R$100

Superliga

Elenco Vôlei Nestlé 2016/2017:

Dani Lins
Camila Brait
Gabi
Saraelen
Carol Albuquerque
Tandara
Paula Borgo
Clarisse
Bia
Nati Martins
Bruna Neri
Malesevic
Bjelica
Gabriela Zeni

Elenco São Cristóvão Saúde/São Caetano 2016/2017:

Nikolle
Victoria
Glaucielle
Angelica
Stefany
Edinara
Caroline
Fernanda
Andressa
Erika
Paula
Camila
Diana
Majorie
Ana Flavia
Laisa