Jovem é assassinada após denunciar ex-namorado em delegacia

Segundo informações de familiares, Adrielli havia terminado o relacionamento por conta das agressões que sofria do rapaz
Segundo informações de familiares, Adrielli havia terminado o relacionamento por conta das agressões que sofria do rapaz

Adrielli Eduarda Rodriguez da Cruz, de 22 anos, foi assassinada a tiros ao sair de uma delegacia após prestar queixa contra o ex-namorado, Cristiano Gomes. O crime ocorreu na última quinta-feira (14), em São Manuel, interior de São Paulo. A jovem chegou a ser socorrida e levada para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos. O suspeito fugiu após a ação.

A mulher vinha sofrendo ameaças e estava sendo perseguida pelo ex-companheiro. Minutos antes de ser assassinada, ela chegou a fotografar o rapaz em uma motocicleta. A foto foi enviada para a família da jovem, como prova da perseguição.

Segundo informações de familiares, Adrielli havia terminado o relacionamento por conta das agressões que sofria do rapaz. Inconformado com a separação, ele passou a perseguir e ameaçar a ex-companheira. Na tarde de ontem, ela foi à delegacia para denunciar as ameaças. A jovem entrou com pedido de medida protetiva.

Ao sair do local, ela foi surpreendida por Cristiano, que estava em uma motocicleta. O criminoso atirou cinco vezes contra a vítima. Quatro tiros acertaram a jovem.

O crime está sendo investigado pela Polícia Civil. O suspeito segue foragido.

(Com informações do DOL)