Polícia

Justiça manda soltar professor preso por pedofilia em Coari

Segundo o delegado, não foi passada maiores informações, pois o caso está sob segredo de Justiça- foto: divulgação/PC
Redação
Postado por Redação

O delegado titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP), de Coari, Mauro Duarte, informou na tarde de hoje (19) que um professor de 52 anos, preso nesta segunda-feira (16) por conter imagens pornográficas da filha e enteada, foi solto pela Justiça para responder pelo crime em liberdade.


Segundo o delegado, não foi passada maiores informações, pois o caso está sob segredo de Justiça. As decisões que levaram a soltura também não foram explicadas.

Com a soltura, também ficou a indignação. “Os policiais civis de Coari trabalham com recursos materiais e humanos limitados a fim de trazer um pouco de paz para as pessoas de bem com a prisão de indivíduos nocivos à sociedade, tais como a desse professor pedófilo, mas somos totalmente desestimulados diante de uma decisão dessas!” desabafou.

Entenda o caso

A PC chegou até o suspeito por meio da companheira do professor que compareceu na manhã de segunda-feira, ao prédio da unidade policial e relatou que o homem teria imagens pornográficas das filhas em um pen-drive que ele costumava carregar. A mulher fez uma cópia do material ilícito e entregou aos policiais civis.

Conforme a autoridade policial, o professor confessou que registrava imagens da enteada, atualmente com 15 anos, desde quando ela tinha 13 anos. A filha, que é criança, também teve partes íntimas filmadas pelo infrator. “Em um dos vídeos o homem encosta o pênis na boca da enteada no momento em que ela dormia”, informou o delegado naquele dia.

Comentários

comentários




Deixe um comentário