Manaus

Lacen/FVS recebe extrator de RNA e aumenta capacidade de realização de testes para covid-19

Foto: Luciana Fé / FVS-AM

O Laboratório Central de Saúde Pública da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (Lacen/FVS-AM) recebeu um equipamento de extração de RNA (material genético do novo coronavírus) e seis kits de extração, via Ministério da Saúde e repassadas pela empresa JBS. O equipamento reduz em 90% o tempo necessário para obtenção dos resultados de testes para detecção para covid-19, pela técnica RT-PCR, que é classificada como padrão ouro na detecção do novo coronavírus (SARS-CoV-2).

O Lacen tem capacidade de processar 1,2 mil amostras por dia. Com o novo equipamento, a capacidade vai aumentar para 2 mil por dia. O aparelho tem capacidade de processar 95 amostras em até quarenta minutos; e traz mais rapidez no processamento da testagem para covid-19.

Segundo o diretor-presidente da FVS-AM, Cristiano Fernandes, o equipamento otimiza o tempo de processamento das amostras, de forma automatizada, o que torna mais célere a extração de material genético do vírus para a população do Amazonas. “É um ganho muito grande que auxilia o trabalho do Lacen no diagnóstico da covid-19”, destacou Cristiano.

De acordo com a diretora do Lacen/FVS, Tirza Mattos, é aguardado o recebimento de 22 mil testes de RT-PCR solicitados ao Ministério da Saúde (MS). “Foram processadas 7.600 amostras com os seis kits de extração de RNA recebidos inicialmente agora em fevereiro”, disse.

Outros vírus

Além de realizar a extração do RNA em amostras de secreções das vias respiratórias (do nariz e garganta) dos casos suspeitos, as extrações realizadas pelo equipamento podem ajudar no processamento de diversos tipos de vírus, como influenza, HPV, vírus da hepatite B e C, e os vírus causadores da Dengue, Zika e Febre Chikungunya.

Diagnóstico – O diagnóstico do novo coronavírus no Amazonas é realizado pelo Lacen/FVS – 1,2 mil amostras/dia -, laboratório da Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FHVD) -250 amostras/dia -, Fundação Oswaldo Cruz – Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) – 250 amostras/dia -, totalizando 1,7 mil amostras por dia.

De março de 2020 (início da pandemia de covid-19) até o último dia 22 de fevereiro, foram realizados no Amazonas 116.999 RT-PCR. Desses, 42.385 foram resultados positivos para detecção do novo coronavírus e 74.614 apresentaram resultado negativo para a detecção do vírus.

Referência

A FVS-AM é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas e atua no monitoramento de doenças no estado. A instituição está na linha de frente no enfrentamento à pandemia de covid-19 no Amazonas. A FVS-AM sedia o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen/FVS), que é o laboratório público de referência para detecção do novo coronavírus no Amazonas. O Lacen/FVS funciona das 7h às 23h, na rua Emílio Moreira, 528, Praça 14 de janeiro, zona sul de Manaus. A FVS-AM funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, zona norte de Manaus.

Com informações da assessoria