Laudo mostra que Marcinho, ex-Botafogo, dirigia até 110 km/h no atropelamento

Foto: Reproduçã/Instagram

A perícia realizada no carro do ex-jogador do Botafogo, Marcinho, sugere uma velocidade bem diferente da qual o atleta afirmou estar no momento em que atropelou e matou um casal no Rio de Janeiro. O laudo, divulgado pelo site ge.globo, aponta que o veículo dirigido pelo lateral estava entre 86 e 110 km/h no momento do acidente.

Em seu depoimento à policia, Marcinho alegou que estava “por volta de 60 km/h”. A velocidade máxima permitida na via é de 70 km/h.

Leia a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta.