Tecnologia

LG anuncia que deixará de fabricar smartphones

Foto: Pexels

Em um anúncio já esperado há alguns meses, a LG emitiu ontem comunicado no qual afirma que está saindo do mercado de smartphones. “Depois de avaliar todas as possibilidades para o futuro do nosso negócio de celulares, o Headquarter Global decidiu por fechar esta divisão a fim de fortalecer sua competitividade futura por meio de seleção e foco estratégico”, diz o texto. A empresa encerrará a produção de celulares em julho. Com informações da Istoé.

A divisão de smartphones da LG funcionava no prejuízo há cerca de cinco anos, tendo “queimado” cerca de US$ 4,1 bilhões neste período. Embora tenha uma posição relevante no Brasil e até mesmo nos EUA, a empresa atualmente é praticamente irrelevante em termos globais, com cerca de 2% do mercado. Há anos a empresa tinha dificuldade em competir com sua rival Samsung, e foi ainda mais prejudicada pela ascensão de chinesas como Huawei (atualmente em baixa por conta do bloqueio do governo americano, mas ainda um player relevante), Xiaomi, Oppo e Vivo. Além de fortes em sua terra natal, o maior mercado do mundo, estas empresas vêm aumentando sua atuação em outros mercados nos últimos anos.

Já há alguns meses a LG procurava uma solução para sua divisão de celulares. A empresa estudou terceirizar a produção em conjunto com outras companhias e até mesmo vender a divisão, mas não houve acordo com potenciais investidores. Assim, a LG resolveu então sair do mercado.

No Brasil, a empresa tem uma fábrica em Taubaté (SP) que produz smartphones, além de monitores. O fechamento da divisão de smartphones possivelmente acarretará no desligamento de pelo menos parte dos 400 funcionários que trabalham nesta área. A fabricação de monitores não deve ser afetada.

Abaixo o comunicado da LG.

Desde o segundo semestre de 2015, o nosso negócio global de celulares tem sofrido uma perda operacional por 23 trimestres consecutivos, resultando em um acumulado de aproximadamente 4,1 bilhões de dólares (US) até o final de 2020.

Depois de avaliar todas as possibilidades para o futuro do nosso negócio de celulares, o Headquarter Global decidiu por fechar esta divisão a fim de fortalecer sua competitividade futura por meio de seleção e foco estratégico.

Como uma companhia que valoriza profundamente a contribuição de cada funcionário, cliente e parceiro LG, nós comunicaremos de forma aberta e transparente durante este processo, buscando uma abordagem justa e pragmática, enquanto atendemos as obrigações jurídicas.

É com tristeza que compartilhamos esta notícia com os nossos clientes e parceiros que ao longo de todos estes anos nos demonstraram confiança e nos deram apoio.

A LG Electronics do Brasil agradece vocês e irá se concentrar fortemente em seus negócios de modo a continuar a fornecer produtos e serviços inovadores que tornarão a vida melhor.