Mundo

Locutora da BBC morre após se vacinar, diz família. Caso será apurado

Foto: Reprodução

A apresentadora da BBC Radio Newcastle, Lisa Shaw, morreu aos 44 anos após desenvolver coágulos sanguíneos alguns dias depois de ter sido vacinada com a fórmula Oxford/ AstraZeneca contra a Covid-19. A informação de que Lisa tinha se vacinado foi revelada por sua família à BBC nesta quinta-feira (27).

A ligação entre a morte da britânica e a vacina será investigada por autoridades de saúde do Reino Unido. Por enquanto, com as informações disponíveis, ainda não é considerado que a vacina tenha relação direta com o óbito da britânica. Nesse tipo de apuração, são avaliados o histórico de saúde do paciente e o quadro desenvolvido durante a internação.

Segundo comunicado de parentes de Lisa, ela teve dores de cabeça “fortes” uma semana depois da injeção e adoeceu gravemente em seguida. A britânica faleceu na última sexta-feira (21/5) no hospital Royal Victoria Infirmary, em Newcastle. Durante a internação, ela recebeu tratamento para coágulos sanguíneos e hemorragia interna.

Confira a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta