Lojistas da Galeria Espírito Santo comemoram seis anos de atividades

Foto: Divulgação
Manaus Alerta
Postado por Manaus Alerta

Neste sábado, 1/8, a Galeria Espírito Santo, na rua Joaquim Sarmento, no Centro, comemorou seis anos de atividades e os lojistas receberam os clientes com um  café da manhã gratuito e muita toada. O centro de compras faz parte do projeto “Viva Centro Galerias Populares”, iniciado em 2014 pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, com dois objetivos: promover o ordenamento e requalificação do Centro Histórico da cidade e dar mais dignidade a 2.082 camelôs cadastrados pela Prefeitura de Manaus e que atuavam naquela área.

Depois de atuar por 17 anos nas calçadas do Centro, Izabel Martins veio para a Galeria Espírito Santo em 2014. Apesar do medo do desconhecido, a agora microempreendedora ressalta que se sente muito bem dentro da galeria. Está protegida do sol, da chuva, das doenças que as ruas proporcionavam e que não deixa por nada a sua loja, onde vende roupa íntima.

“Na rua a gente não podia nem tirar o dinheiro da bolsa que corria o risco de ser assaltado. Tanto nós quanto os clientes. E eu sempre trabalhei pensando que um dia ia ter um espaço pra chamar de meu. E aqui estou eu. Na minha loja. Eu gosto de trabalhar aqui. A gente só precisa perseverar e trabalhar cada dia mais, porque aqui já deu certo. A galeria já deu certo!”, enfatizou a microempreendedora.

Mesmo enfrentando a crise econômica que afetou o país desde 2016 e agora a pandemia provocada pela Covid-19, quando a Galeria Espírito Santo teve que fechar as portas por mais de 3 meses, o apoio da Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc), tem sido fundamental para que o centro de compras se mantenha funcionando. Segundo o Coordenador Institucional da Semacc, José Assis, o fortalecimento dos microempreendedores não parou.

“Desde o início do projeto, o prefeito Arthur Virgílio Neto vem investindo não só na estrutura física dos espaços, para dar mais dignidade, segurança e conforto aos microempreendedores, mas vem investindo, também, na capacitação desses profissionais, com cursos de qualificação, pra que eles entendam e vivam esse novo momento com um olhar empreendedor. As promoções também são fundamentais para atrair os clientes e incentivar as compras, por isso, durante a pandemia, a maioria dos lojistas não parou, foi para  as redes sociais e passou a fazer vendas on-line e, assim, manter renda, tudo graças à visão empreendedora que eles adquiriram por meio da qualificação constante que recebem da prefeitura”, destacou o coordenador.

A dona de casa Josiane Santos mora no bairro Japiim, zona sul de Manaus, e estava passando, quando foi atraída pela movimentação do café da manhã que os lojistas promoveram para comemorar os seis anos de atividades da Galeria Espírito Santo. Ela conta que já conhecia o espaço, mas aproveitou para entrar e buscar um serviço.

“Eu ouvi o som da toada quando passava na calçada e entrei porque já estava com a intenção de consertar o meu relógio. Deixei lá, consertando, enquanto vim tomar esse café da manhã maravilhoso. Sempre venho aqui e convido todo mundo para vir, também, porque tem muita coisa boa e barata”, garantiu a dona de casa.

A Galeria Espírito Santo possui 265 microempreendedores instalados, praça de alimentação, casa lotérica, PAC municipal, caixa 24 horas, escadas rolantes e elevador, para facilitar a acessibilidade e funciona de segunda a sábado, de 8h às 19h e aos domingos, de 9h às 13h.

As informações são da assessoria