TV e Famosos

Ludmilla fica fora do prêmio de Cantora do Ano e indignada cancela ida ao Multishow

foto: reprodução/Metrópoles

A funkeira Ludmilla cancelou a apresentação que faria no Prêmio Multishow após descobrir que não foi indicada como cantora do ano, mesmo sendo anunciada como recordista de streams em 2021.

Para a cantora, os dois episódios foram divergentes e considerou o como uma falta de reconhecimento de seu trabalho e o que ele representa, ainda mais por ser bissexual, funkeira e periférica. Pelas redes sociais, Ludmilla expressou a indignação com o acontecimento.

“Sou a primeira cantora negra da América Latina a acumular 1 bilhão de streams só no Spotify, hoje são mais de 1.5 bilhão de plays nas plataformas. Meus clipes somam 2.5 bilhões de views, Rainha da Favela ficou meses entre as músicas mais tocadas. São os números que falam!”, começou a funkeira, pelo Twitter.

Lud relembrou que impactou o sistema ao ser a primeira negra a ser indicada, e vencer, essa categoria na história do prêmio, mas que o episódio nunca mais se repetiu.  “Essa é a forma que o sistema te boicota! Mesmo eu sendo indicada em outras categorias da premiação, é nítida a falta de reconhecimento e entendimento das (poucas) premiações que temos aqui no Brasil. Assim como eu, vários artistas de vários segmentos e bandeiras que mereciam ser indicados ou serem reconhecidos”, pontuou a funkeira.
Com informações do Hot Topics