Mãe dopa e entrega o próprio filho à polícia: ‘era o certo’

O homem é apontado como o responsável por matar a mulher com quem tinha um relacionamento e as duas filhas dela- foto: divulgação/Polícia Civil

Policiais militares de São Vicente (SP) prenderam o homem de 27 anos apontado como o responsável por matar a mulher com quem tinha um relacionamento e as duas filhas dela. O agressor foi detido nessa quarta-feira (20) depois que a mãe dele o dopou e acionou as autoridades. O crime contra as três vítimas ocorreu no início deste mês e os corpos ficaram escondidos por cinco dias.

De acordo com a Polícia Militar (PM), a mãe de Magno Brandão contou que o filho foi se esconder na casa dela depois de cometer o crime e que passou a ameaçá-la. Durante a noite, ela colocou remédios para dormir em um copo de suco do filho e chamou os militares depois que ele dormiu.

Os corpos de Thamiris de Souza Santos, de 30 anos, e das filhas dela, uma de 8 e a outra 4, foram localizados no dia 10 de junho. Elas foram assassinadas a facadas no bairro Parque Continental, em São Vicente. Brandão era namorado de Thamiris e se tornou o principal suspeito do crime após fugir do local onde tudo ocorreu. Ele é usuário de drogas.

Em entrevista ao G1, a mãe dele – que preferiu não se identificar -, disse ter acionado os militares para o filho porque “era o certo”. “Estou aliviada, tirei um peso das costas”, disse. Após ser preso, Brandão foi levado para a cadeia anexa ao 5º Distrito Policial de Santos.

Fonte: G1