Mãe queima mãos e língua de filho por ele fazer bagunça na escola

A mãe disse que o menor havia se queimado na panela de pressão que estava sobre o fogão- foto: reprodução

A Polícia tomou conhecimento após uma denúncia anônima de uma vizinha, que relatou que D. V. A. havia queimado seu filho. O Conselho Tutelar foi acionado, porém a mãe não deixou que os conselheiros entrassem em sua residência, foi então solicitado o apoio da Polícia Civil que se dirigiu ao local e assim conseguiram contato com o adolescente.

Na residência o menino ao ser questionado, chorou e mostrou mãos e línguas queimadas. A mãe disse que o menor havia se queimado na panela de pressão que estava sobre o fogão.

O menor foi encaminhado ao pronto atendimento no hospital Dr. Fernando Serra, em conversa com uma psicóloga, o adolescente disse que sua mãe queimou suas mãos e língua com uma colher quente como punição por ele ter feito ‘bagunça’ na escola.

Posteriormente o conselho solicitou apoio da Polícia Militar para buscar informações na casa da suspeita com intuito de encaminhar seu outro filho menor, um bebê de 5 meses, para a residência de seu pai, localizada no município de Vila Valério, porém não houve êxito na localização de D. V. A., no entanto o Conselho Tutelar conseguiu contato telefônico com o pai do menor que informou ficar responsável por seu filho.

Houve tentativa de contato com o Conselho Tutelar para saber como se encontra o adolescente, mas sem sucesso.

Fonte: MCeará