Maia defende CPI da Saúde e crê que Pazuello cometeu crime

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou, nesta segunda-feira (25), que não tem dúvidas de que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, cometeu crime contra a população brasileira.

Ao defender a CPI da Saúde, o parlamentar explicou que a Câmara dos Deputados não possui prerrogativa para impedimento de ministro, apenas do presidente da República.

Confira a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta