Maiores Prontos-Socorros do Estado terão novos equipamentos

A Secretaria Estadual de Saúde (Susam) informa que 25 unidades estarão abertas para atender a população- foto: Valdo Leão

As três maiores unidades de saúde do Estado, os Hospitais e Prontos-Socorros 28 de Agosto, João Lúcio e Platão Araújo receberão investimentos para a aquisição de novos equipamentos e a reforma de aparelhos através do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS). Autorizados pelo governador David Almeida, os projetos devem recuperar equipamentos inativos, melhorar a capacidade de internações, cirurgias e as condições de atendimento aos usuários.

Pelo menos R$ 500 mil serão aplicados nas três unidades de saúde pelo FPS. Os repasses foram definidos após reunião dos diretores da unidade com a presidente de honra do FPS, Socorro Siqueira.

No 28 de Agosto, a programação inclui a recuperação de mais de 150 equipamentos que estão paralisados precisando de manutenção. O hospital, que atende mais de 33 mil pessoas por mês, em seus 50 leitos de UTI e nos seus 380 leitos de enfermaria, para as nove especialidades médicas que prestam assistência na urgência e emergência. Com o apoio do FPS, serão reativados cinco leitos de UTI e duas salas do centro cirúrgico a partir da revitalização, segundo o diretor Paulo Mendonça.

Referência em neurologia, cirurgia neurológica e politraumatismo, o Hospital e Pronto-Socorro Dr João Lúcio, na zona leste de Manaus, vai renovar leitos hospitalares. A unidade atende cerca de 800 pessoas por dia e possui 210 leitos e outros 26 leitos de UTI.

Também na Zona leste, o Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo vai renovar leitos hospitalares e adquirir poltronas, carros de emergência, compressores para ar-condicionado e diversos aparelhos para a ala infantil da unidade. A unidade é referência em trauma ortopédico (adulto e infantil) baixa e média complexidade e atende cerca de mil pessoas por dia. Possui 184 leitos, 11 leitos de UTI adulto e cinco leitos de UTI infantil.

Segundo a diretora Adelaide Marques, com os novos leitos será possível implantar uma nova ala de internação. “Vamos otimizar e dar qualidade de vida aos pacientes. No momento em que os leitos entrarem, teremos uma nova ala de internação, com qualidade”, disse.

Com informações da assessoria