Mais de uma tonelada de droga são incineradas, em Manaus

foto: divulgação/SSP-AM

A Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) e a Polícia Civil do Amazonas realizaram, na manhã desta sexta-feira (25), a incineração de mais de uma tonelada de entorpecentes apreendidos, neste ano, durante ações policiais na capital. A droga foi destruída na fábrica Eternal Indústria, Comércio, Serviços e Tratamentos de Resíduos Sólidos da Amazônia, localizada na rua Guiana Francesa, bairro Distrito Industrial II, zona leste de Manaus.

O secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, disse que o material incinerado é resultado de um trabalho eficaz das equipes policiais. “O trabalho feito pelo Denarc (Departamento de Investigação sobre Narcóticos) e DRCO (Departamento de Repressão ao Crime Organizado) tem sido excelente, assim como a Base Arpão, que tem apreendido muitas drogas. Nesse ano já foram mais de 5 toneladas de drogas e mais de 1.600 pessoas presas envolvidas com tráfico de drogas”, destacou o secretário.

A delegada-geral da Polícia Civil, Emília Ferraz, disse que o trabalho reforçado da Polícia Civil tem conseguido aumentar as ações de combate ao tráfico de drogas. O material que está sendo destruído foi pego em operação do DRCO no final de agosto, em Manaus.

Foi a maior apreensão de drogas em via terrestre já feita na capital amazonense, totalizando 1,1 toneladas de maconha do tipo skunk. Avaliado em R$ 15 milhões, o entorpecente foi localizado em ação policial na avenida Torquato Tapajós, bairro da Paz, zona centro-oeste da cidade.

Esta é a terceira incineração de grande porte realizada pelo sistema de segurança em 2020. A primeira ocorreu em fevereiro, quando duas toneladas foram queimadas. No final de agosto, mais uma tonelada foi destruída, referente a drogas de apreensões realizadas no interior.

De janeiro a julho de 2020, as forças estaduais de segurança já apreenderam mais de 4,6 toneladas de entorpecentes, a maioria em ações policiais no interior amazonense. De janeiro até agosto, foram registradas 1.640 prisões pelo crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Com informações da assessoria