Mais de uma tonelada de pescado ilegal é apreendida em terminal pesqueiro

foto: divulgação/PM-AM

Durante desdobramento da operação Hórus, o Comando de Policiamento Ambiental da Polícia Militar do Amazonas (CPAmb), por meio do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb), e a Companhia Independente de Policiamento com Cães (CIPCães) apreenderam aproximadamente 1200 quilos de pescado e quelônios ilegais. O fato ocorreu na manhã desta segunda-feira (31), no terminal pesqueiro de Manacapuru.

As equipes estavam realizando fiscalização ambiental e primeiramente, encontraram em uma embarcação aproximadamente 100 quilos de pescado e quelônios. Posteriormente, em um flutuante foram apreendidos mais 1100 quilos de peixe. Parte do pescado está com a comercialização proibida, como pirarucu, devido ao período de defeso. A outra foi apreendida por estar ‘camuflando’ o pescado ilegal. Além disso, uma grande quantidade de peixes estava abaixo do tamanho mínimo regulamentado pelo órgão ambiental competente. No caso dos quelônios, não foi apresentada autorização.

A Secretaria de Meio Ambiente do município foi acionada para realizar os procedimentos administrativos de apreensão e doação do pescado. Diante dos fatos, que caracterizou a situação como crime ambiental, um homem foi detido e conduzido ao 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP) de Manacapuru para os procedimentos legais cabíveis.

O Comando de Policiamento Ambiental e o Batalhão de Policiamento Ambiental orientam que pescar, transportar e comercializar peixes do ambiente natural que se encontram em período de defeso configura crime ambiental, sujeitando seu(s) autor(es) às penalidades previstas em Lei.

Com informações de assessoria