Cultura Destaques

Manaus celebra 348 anos com exposição, teatro e Boi Manaus

Durante a operação no Complexo Turístico da Ponta Negra, fiscais da SMTU estarão acompanhando o cumprimento das frotas, assim como os respectivos itinerários- foto: Ingrid Anne
Redação
Postado por Redação

Para comemorar o aniversário de 348 da cidade, a Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), promoverá uma programação que vai do teatro ao Boi-Bumbá. As festividades ocorrerão nos dias 23 e 24/10, data de aniversário da capital amazonense.

Nos dias 23 e 24, o Les Artistes Café Teatro, no Centro Histórico, recebe o espetáculo “Rival Rebolado”, que traz no elenco a atriz Leandra Leal. Serão quatro sessões gratuitas: às 19h e 23h, no domingo, e às 17h e 21h, na segunda-feira.

Já na Zona Oeste, o público terá dois dias de Boi Manaus, com mais de 30 atrações. De forma inédita, o Complexo Turístico Ponta Negra receberá dois dias de muito boi-bumbá, que fará a festa em um circuito de 700 metros.

Participarão da festa artistas como Israel Paulain, David Assyag e a Marajuda do Boi Caprichoso, Sebastião Junior, Leonardo Castelo, Renato Freitas, Márcia Siqueira, Prince do Boi, P.A. Chaves, Klinger Araújo, Tony Medeiros e a Batucada do Boi Garantido, Edilson Santana, Carlos Batata e Júnior Paulain, Carlinhos do Boi, além dos grupos Carrapicho e Canto da Mata, entre outros. Os bois de Manaus Corre Campo, Brilhante e Garanhão se apresentarão no Anfiteatro da Ponta Negra.

Paço da Liberdade

O Paço da Liberdade também estará na rota das comemorações. Celebrando os 348 de Manaus, estarão em cartaz no hall do Paço as exposições: “Monumentalidade”, que reúne obras do artista plástico amazonense Moacir Andrade; “Memórias do Centro Histórico” com fotos e vídeo de moradores do Centro Histórico e a exposição “Noites sem fim”, que reúne obras dos artistas do House 137 Studio.

“Monumentalidade” e “Memórias do Centro Histórico” são exposições promovidas pela Manauscult e têm como curador o artista Óscar Ramos. Moacir Andrade foi um dos artistas mais expressivos da Amazônia e com trabalhos reconhecidos internacionalmente. Com uma carreira consolidada, o artista teve mais de 10 mil telas pintadas em mais de 70 países. Andrade faleceu em julho de 2016, aos 89 anos. Já “Memórias do Centro Histórico” traz fotos assinadas pela fotógrafa Ingrid Anne Freire.

“Noites sem fim”, conta com obras de diferentes artistas, nacionais e internacionais, em referência a primeira revista da série “The Midnight Witch”, lançada pelo Studio. A exposição ficará em cartaz até o dia 8 de novembro com entrada gratuita. Ao todo 48 obras estarão expostas no hall do Paço da Liberdade.

Durante o feriado de 24 de outubro o Paço abrirá apenas sob agendamento de grupos ou escolas, que deve ser feito pelo número (92) 3622-4991.

Com informações da assessoria

Comentários

Deixe um comentário