Manaus consegue liberação de recurso para a finalização da 3° etapa da Ponta Negra

Manaus atualmente tem o rating ‘B+’ no índice de classificação de risco, o que a coloca apta para conseguir empréstimos tanto internacionais quanto junto ao Ministério da Fazenda- foto: Alex Pazuello/Semcom

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, cumpriu agenda administrativa em Brasília nesta sexta-feira (17) e acompanhado do secretário municipal de Finanças, Ulisses Tapajós, e de sua esposa Elizabeth Valeiko, participou de reuniões em duas instituições financeiras internacionais, na Confederação Andina de Fomento (CAF) e no Banco Mundial (BID).

O prefeito destacou a forma como o Banco Mundial elogiou a organização financeira da prefeitura e como isso sinalizou a possibilidade de novos empréstimos. Manaus atualmente tem o rating ‘B+’ no índice de classificação de risco, o que a coloca apta para conseguir empréstimos tanto internacionais quanto junto ao Ministério da Fazenda.

Ponta Negra – 3ª etapa

Durante a reunião da CAF ficou decidido a liberação de recursos na ordem de US$ 7 milhões, para a finalização da 3ª etapa do Complexo Turístico da Ponta Negra, na zona Oeste de Manaus.

“Nós finalizamos e concretizamos o projeto da Ponta Negra e conseguimos os recursos para a construção dos banheiros e investimentos em acessibilidade, além de outras pendências”, explicou o titular da Secretaria Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno, Ulisses Tapajós.

Novos projetos

Tapajós também falou sobre a perspectiva da liberação de um empréstimo no valor de US$ 100 milhões, ainda neste semestre, para ser investido na construção da Ponta Branca, revitalização da Marina do Davi, novas passagens de nível, a construção do T6 e uma intervenção viária na entrada do Manoa.

Com informações da assessoria