Polícia

Manaus registra 4 homicídios em menos de 24 horas; um dos mortos integrava uma quadrilha

O último registro foi na quarta etapa do Conjunto Parque Shangrilá- foto: divulgação
Redação
Postado por Redação

Foi registrado em Manaus, em menos de 24 horas, quatro homicídios, todos por arma de fogo. Em Manacapuru também houve um registro por arma de fogo. Todos os casos já estão sendo investigados pela Polícia Civil, e as autorias são desconhecidas.

O primeiro crime ocorreu em um endereço não informado, porém a vítima de sexo masculino, e idade 35 a 40 anos, deu entrada no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do São Raimundo, já em estado grave e não resistiu aos ferimentos. O homem trajava bermuda branca e apresentava tatuagens com as seguintes inscrições: “pedra nos dedos” e “Deus é fiel”, além de um desenho de um tigre no ombro direito.

Na rua Pandiá Calógeras, loteamento Águas Claras, na primeira etapa do bairro Novo Aleixo, Zona Norte, um jovem identificado como Antony Castro do Carmo, 18, conhecido como ‘Pará’, foi morto a tiros. Em dezembro do ano passado, o mesmo tinha sido preso pela DERFD, e integrava uma quadrilha especializada em roubos a lojas, salão de beleza e lanchonete. Ele estava em regime semiaberto, e antes de morrer, os assassinos mandaram ele ajoelhar e rezar.

Já na travessa Equador, loteamento América do Sul, bairro Colônia Terra Nova, Leonardo Gabriel Mello dos Santos, 20, foi morto com dois tiros na cabeça dentro do próprio quarto, em cima da cama.

O último registro foi da morte de Isaide da Silva Pinhais, 39, morto a tiros na rua Nikita Khruschey, quarta etapa do Conjunto Parque Shangrilá, Parque Dez de Novembro, Zona Centro-Sul.

E já em Manacapuru, na Travessa João Teles, bairro Biri-Biri, Fabrício Duarte de Moura, 23, também foi vítima de arma de fogo.

Todos os casos já estão sendo investigados pela Polícia Civil.

Comentários

comentários

Deixe um comentário