Manaus: vacinação contra a gripe começa dia 24 com meta para imunizar 366 mil pessoas

A ação ocorrerá de 8h às 12h.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (gripe) terá início na próxima segunda-feira (24) na capital. O Ministério da Saúde concluiu o envio das doses para Manaus e as unidades de saúde estão sendo abastecidas para o início da imunização. A campanha deve seguir até o dia 26 de maio, com uma grande mobilização nacional programada para o dia 13 de maio, escolhido como o Dia D de vacinação.

A meta deste ano é imunizar 366 mil pessoas na capital, entre idosos, crianças, trabalhadores da saúde, gestantes, puérperas (mulheres com até 45 dias depois do parto), indígenas e portadores de comorbidades (com mais de uma doença).

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, explica que a campanha deve atingir, no mínimo, 90% do público alvo. “Esta é a meta, mas estamos disponibilizando 410.000 doses de vacina, para que todos possam ser imunizados. Manaus tem atingido todas as metas de vacinação, ficando a maioria das vezes em primeiro lugar no País. É determinação do prefeito Arthur Neto que possamos proteger a população de doenças com as vacinas”, disse.

Unidades de Saúde

A vacina estará disponível nas 182 Unidades de Saúde com sala de vacina durante o período da campanha. Já no Dia D, dia 13 de maio, serão disponibilizados 959 postos de vacinação no município, com um total de 4.500 pessoas trabalhando para atingir o objetivo da campanha. Segundo secretário, neste ano, houve mudanças em relação ao público alvo e à faixa etária de alguns grupos.

Quem será vacinado?

Serão vacinados trabalhadores da saúde; indígenas (aldeados e assistidos pela Secretaria Especial de Saúde Indígena); crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias); gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto); portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional. Além desses, também passaram a integrar o grupo prioritário os professores das escolas públicas e privadas.

A vacina contra influenza é trivalente, constituída por vírus inativados, fracionados e purificados, portanto, não contêm vírus vivos e não causa a doença. As doses são contraindicadas somente para pessoas com alergia grave ao ovo de galinha e para aqueles que já apresentaram reação anafilática a doses anteriores. No entanto, os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais deverão apresentar o laudo médico, receita, carteirinhas dos programas de saúde, prescrição médica ou outro documento que comprove a sua condição clínica para receber o imunobiológico.

Para as pessoas que fazem parte do público alvo e estão impossibilitadas de locomoção (acamadas) a Semsa fará a vacinação em domicílio, a partir de um agendamento, que deverá ser feito pelo número 0800-280-8280. O período para o agendamento vai de 17 de abril a 19 de maio e a aplicação da vacina será feita entre 15 a 26 de maio.

Com informações da assessoria