MANAUSFC: ‘Ninho’ do Gavião! Há mais de dois anos que não perde na Arena da Amazônia

Foto: Divulgação

A Arena da Amazônia virou, em definitivo, o verdadeiro “ninho” do Gavião. Jogando no palco da Copa do Mundo de 2014, e dos Jogos Olímpicos de 2016, o esmeraldino não sofre derrotas no estádio há 2 anos 3 meses e 20 dias. A última vez que o time saiu da Arena com um resultado negativo foi na Série D de 2018, quando o MANAUSFC caiu diante do Rio Branco (AC), por 1 a 0. A partida foi realizada no dia 13/5 daquele ano. De lá para cá foram 10 vitórias e seis empates pela Série D de 2019, Campeonato Amazonense, Série C e Copa do Brasil de 2020.

A sequência de invencibilidade começou com o preparador de goleiros Nailton Garcez, que assumiu interinamente o comando da equipe em 2019, após a saída do técnico João Carlos Cavalo. Nailton empatou com o Rio Negro em 2 a 2 no estádio. De lá para cá o time nunca mais soube o que é perder na Arena da Copa. Neste período o clube teve Wellington Fajardo e agora Luizinho Lopes, no comando técnico.

O primeiro jogo de Luizinho Lopes na Arena não poderia ter sido melhor. Ele comandou a vitória do esmeraldino por 2 a 1 em cima do Paysandu (PA), no último sábado 29/8. Além de ter sido a primeira vitória de Luizinho à frente do Gavião, foi também a primeira vitória do MANAUSFC diante do Paysandu, uma vez que nas duas vezes em que os clubes se enfrentaram pela Copa Verde de 2018, o esmeraldino acabou sofrendo duas derrotas por 2 a 1.

“Realmente é uma marca importantíssima e eu fiquei feliz de ter contribuído para essa continuidade. O MANAUS vem se destacando por essa característica, tem um mando de campo muito forte, principalmente quando tinha seu torcedor, que é uma torcida muito fervorosa. Mesmo sem o torcedor, na pós-pandemia a equipe segue mantendo essa invencibilidade e eu fiquei extremamente feliz por ter dado continuidade no nosso primeiro jogo, na nossa estreia em casa”, declara o Luizinho, ressaltando a importância de fazer valer o mando de campo. “O Campeonato Brasileiro é uma competição muito caseira. Se você ganha todos os jogos em casa você vai estar sempre próximo de uma classificação. Obviamente se você ganha em casa e pontua fora, fatalmente você está na ponta do G-4. Isso é um ponto positivo que nós temos que nos apegarmos. Com certeza essa aura positiva da Arena da Amazônia vai ser de fundamental importância para fazer a diferença para o MANAUSFC neste Campeonato Brasileiro da Série C. Nós vamos continuar trabalhando para que a gente possa fazer a diferença dentro de casa”, observa Luizinho.

Coletivo

O vice-presidente do MANAUSFC, Giovanni Silva ressalta que a invencibilidade nos domínios da Arena reflete todo um trabalho de grupo. “Essa longa invencibilidade em nossos domínios mostra o bom desempenho e o comprometimento de todos os atletas que contratamos. Dedico também esses números a toda diretoria, funcionários do clube e comissão técnica, que não medem esforços para dar todo o suporte necessário no dia a dia do clube, o que contribui para que os nossos jogadores corram em campo tranquilos, para que cada um possa ajudar a aumentar ainda mais essa escrita de sucesso”, celebra Giovanni.

Sequência

Rio Negro 2 X 2 Manaus

Nacional 1 X 2 Manaus

Manaus 4 X 1 Real Ariquemes (RO)

Manaus 1 X 0 São Raimundo (PA)

Manaus 3 X 0 Caxias (RS)

Manaus 2 X 1 Sobradinho (DF)

Manaus 1 X 0 Jacuipense (PB)

Manaus 2 X 2 Brusque (SC)

Manaus 3 X 0 São Raimundo

Manaus 1 X 0 Coritiba (PR)

Amazonas 1 X 1 Manaus

Manaus 1 X 1 Fast

Amazonas 1 X 4 Manaus

Manaus 1 X 1 Nacional

Manaus 1 X 1 Vila Nova (GO)

Manaus 2 X 1 Paysandu (PA)

(*) Com informações da Assessoria