Polícia

Manicure é presa com drogas avaliadas em R$ 50 mil no bairro Cidade de Deus

Fabiana foi autuada em flagrante por tráfico de drogas- foto: Erlon Rodrigues
Redação
Postado por Redação

A manicura Fabiana Pereira Ribeiro, de 38 anos, foi presa em flagrante na última quarta-feira (9), no beco Efraim, bairro Cidade de Deus, em posse de cinco porções grandes de oxi e quatro tabletes de cocaína, avaliados em R$ 50 mil. A ação contou com o apoio de policiais militares lotados na 13ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

De acordo com informações da delegada Deborah Souza, titular do 23° Distrito Integrado de Polícia (DIP), Fabiana e outras três mulheres, uma identificada como Andrezza Rodrigues Lobo, estavam colocando caixas dentro de um caminhão baú para realizar uma mudança.

Abordagem e mandado de prisão

Durante a abordagem, as três mulheres empreenderam fuga do local, no entanto, os policiais efetuaram a prisão de Fabiana e apreenderam as drogas. Uma porção de maconha do tipo “skunk”, encontrada na bolsa da infratora, também foi apreendida.

“Fabiana tinha, em aberto, um mandado de prisão preventiva em nome dela, por tráfico de drogas. Ela estava sendo procurada pela nossa equipe desde o dia 11 de abril deste ano, pois, nessa data, nos deslocamos até uma casa no bairro Coroado, onde prendemos o companheiro dela, Wellington de Lima Mendonça, 26, conhecido como ‘Orelha’, que tinha um mandado de prisão preventiva por homicídio qualificado em nome dele. Nesse dia, Fabiana conseguiu empreender fuga do lugar”, explicou a titular do 23° DIP.

O mandado de prisão por tráfico de drogas, em nome de Fabiana, foi expedido no dia 14 de novembro de 2017, pelo juiz Eliezer Fernandes Júnior, da Vara de Execuções Penais (VEP).

Passagem pela polícia 

Na delegacia, durante consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), foi verificado que a manicura já tinha passagem pela polícia por furto. Fabiana foi autuada em flagrante por tráfico de drogas. Ao término dos procedimentos na unidade policial, ela será levada para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis.

Em razão do mandado de prisão que estava em aberto em nome dela, ao término da Audiência de Custódia, a suspeita será conduzida ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), onde deve permanecer à disposição da Justiça.

Comentários

Deixe um comentário