Marido confessa ter matado mulher com utensílio de cozinha

Durante uma briga ele teria matado a mulher e depois a amarrou, colocou o corpo no porta-malas do carro e o jogou de uma ribanceira no bairro Taboão- foto: divulgação/Polícia Civil

A investigação sobre o desaparecimento da jovem Bárbara, em Rio do Sul, no Vale do Itajaí, teve seu desfecho na tarde deste domingo (25). O marido dela, de 26 anos, confessou a ter matado durante uma discussão no apartamento do casal, usando um utensílio de cozinha.

De acordo com o ‘G1’, o suspeito foi levado à delegacia para interrogatório, confessou o crime e indicou o local onde abandonou o corpo de Bárbara. A Divisão de Investigação Criminal (DIC) investigava o desaparecimento da jovem desde sexta-feira (23).

Os bombeiros, o Instituto Geral de Perícia (IGP) e agentes da Delegacia de Proteção à Mulher auxiliaram no resgate do corpo de um matagal na Serra Taboão. O casal tem um filho de dois anos.

Crime

O marido relatou aos policiais que após dar um golpe na cabeça de Bárbara com um utensílio de cozinha, a amarrou, colocou o corpo no porta-malas do carro e dirigiu até o bairro Taboão. Lá, jogou a vítima em uma ribanceira.

Conforme a polícia repassou ao ‘G1’, depois de voltar para casa para buscar o telefone celular, ele foi até a casa da mãe de Bárbara. À família dela, relatou que a jovem havia saído para caminhar sozinha.

Fonte: Notícias ao Minuto